Quarta-feira, 26 de Março de 2008

Auto - avaliação - 2º período

 

 

 

1.Descrição das Actividades de forma objectiva, centrando-se em aspectos essenciais

 

Ao longo deste trimestre muitas foram as actividades que fomos pondo em prática, no decorrer da diagnose e da elaboração de estratégias para a cidade de Amarante, aliás como temos vindo a referir nestes últimos meses. Cada actividade foi relatada, tendo em atenção todas as referências consideradas essenciais bem como as conclusões retiradas, de uma forma objectiva, de modo a que quem visitasse o blogue tivesse uma clara percepção dos objectivos e em que consistiu a actividade em questão. 

 

 2.Respeito pelas referências, nomeadamente a hora, a data, o local e recursos utilizados/obtido

Como já foi referido no ponto anterior, todas as referências foram respeitadas, sendo cada descrição acompanhada de indicações como a hora, data, local, recursos utilizados ou não, pessoas contactadas, entre outras. Sem estes elementos a exposição das actividades realizadas perderia algum sentido, uma vez que se destinavam a todos aqueles que visitavam o blogue e que acompanham o projecto.

 

 

3. Inclusão de reflexões críticas, bem como comentários significativos

Como projecto complexo que é, o nosso trabalho exigiu, por parte de todos os elementos, reflexões sérias após cada passo. Todos estes comentários e reflexões tornaram o trabalho mais fácil, no sentido em que nos permitiram fazer uma síntese mais eficaz e ter uma melhor percepção das conclusões a que fomos chegando.

 

    4.Elaboração com base na criatividade, coerência e perceptibilidade

 

Fazendo referência ao nome do próprio concurso, acreditamos que a criatividade é um ponto essencial no nosso percurso. Achamos também bastante importante a coerência que acompanha qualquer projecto, e esforçamo-nos por ter sempre presentes no nosso trabalho, linhas orientadoras que possam manter o projecto no rumo certo. Muito resumidamente, o rigor, a coerência e criatividade foram e continuam a ser elementos fulcrais no nosso trajecto.

 

 

    5.Animação e envolvimento da comunidade no desenvolvimento dos trabalhos

Uma das etapas associadas a este projecto é a sua divulgação junto da sociedade local, quer a comunidade escolar quer a comunidade da própria cidade de Amarante. Nesse sentido, preparámos um conjunto de medidas que visam este envolvimento: criação de cartazes em tamanho A3, desdobráveis A4, artigos para o “Jornal de Amarante” e ainda pequenos cartões com os nossos contactos (endereço do blogue, e-mail e ainda o site e respectivo blogue do concurso “Cidades Criativas”).

         No que diz respeito à comunidade escolar, o grupo optou por dar a conhecer o trabalho através da afixação de cartazes em locais previamente estabelecidos e pelo site do colégio, www.csgnet.org.

 

Num âmbito mais alargado surge a população amarantina. Neste caso, a estratégia de divulgação foi um pouco diferente, tendo em conta a dimensão do público-alvo. Os meios de comunicação utilizados foram o Jornal de Amarante, onde temos um espaço semanal no jornal, onde é possível relatar os avanços do projecto. Esta crónica intitula-se o “Diário dos Cinco/ Cidade Criativa” e, todas as semanas, são abordados diferentes temas relativos ao projecto.

        

Para além do “Jornal de Amarante”, contactámos também o responsável pela “Amarante TV”, um projecto lançado no passado mês de Fevereiro, que tem como objectivo promover e divulgar o concelho, através da Internet, para todo o mundo. Uma entrevista com todo o grupo foi entretanto marcada para dia 20 de Fevereiro mas, por motivos de agenda dos responsáveis da “Amarante TV”, tal não foi possível. Contamos marcar nova data, para finais do corrente mês.

        

 Para além deste tipo de difusão, avançamos para a elaboração de cartazes em tamanho A3 e desdobráveis A4. Os panfletos foram distribuídos durante o mês de Janeiro e também inícios de Fevereiro em pontos estratégicos da cidade.      Por último, elaborámos também uns pequenos cartões, com os nossos contactos, como acima referimos. Estes cartões foram entregues directamente a transeuntes ou então colocados em balcões de estabelecimentos, como por exemplo, cafés.  

        

 De um modo implícito, o envio de faxes e/ou mensagens por correio electrónico para instituições/ empresas que actuem no concelho de Amarante, contribuiu para difusão do nosso projecto. Deste modo, a entidades contactadas ficaram a conhecer, num primeiro ponto, em que consiste o concurso e, posteriormente, os objectivos da nossa intervenção. Para além disso, realizamos inquéritos à comunidade local (100 inquéritos numa primeira fase) o que contribuiu também para a difusão da iniciativa.

        

Não queremos deixar de referir também a divulgação que fizemos do nosso projecto junto da comunidade do Concurso Cidades Criativas (CCC).

 

      6.Actualização regular do blogue

 

Nestes dois últimos meses, como consequência de um maior volume de trabalho, o nosso blogue sofreu algumas modificações; foram colocados mais textos no espaço, vídeos, fotografias das actividades entretanto realizadas. Como tal, o blogue funcionou como um diário da equipa, onde tudo aquilo que foi sendo feito, foi também lá colocado. Existiu sempre a preocupação de fazermos actualizações regulares, no mínimo, actualizações semanais no caso de não podermos fazê-las diariamente.

 

7. Reflexão

 

Apesar das dificuldades que tivemos ao longo do período e de termos desprogramado algumas das nossas iniciativas, concluímos que o desenrolar do projecto foi positivo, isto porque conseguimos concluir o diagnóstico da cidade, tarefa a que nos propusemos no primeiro período. Apesar dos meios e das modificações, chegamos a conclusões muito específicas sobre os pontos fracos e aqueles que Amarante pode desenvolver.

         Apontamos as áreas fortes que Amarante possui e aquelas que necessitam que olhos mais atentos se preocupem com elas. Fruto das visitas que efectuamos estamos agora prontos para desenvolver o projecto com objectivos mais claros, sabendo as áreas em que vamos incidir. No terceiro período, o nosso objectivo é lançar ideias arrojadas e criativas para tornar Amarante uma cidade criativa.

         Acentuamos também o trabalho que desenvolvemos no blogue, que está agora um blogue criativo, com dinâmica e isso é um ponto forte para o concurso.

         Em suma, todo o trabalho foi frutuoso e encorajou-nos a continuar e a fazer mais e melhor no terceiro período.

 

 

 

 

 


publicado por amarante_csg às 16:40
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 4 de Janeiro de 2008

Auto - avaliação

 

12º ano, um ano decisivo no percurso académico de qualquer estudante, revestindo-se de enorme importância. Com o 12º ano surgiu, novamente, a disciplina de Área de Projecto e com ela a oportunidade de poder participar no concurso Cidades Criativas”. Achando que seria uma excelente oportunidade de poder contribuir para o desenvolvimento de Amarante, tornando-a numa cidade mais dinâmica, um “laboratório vivo, espaço de aventura e experimentação”, resolvemos participar e desde a nossa inscrição, em finais de Setembro, seguiram-se então três meses de empenho por parte de toda a equipa.

 

Já no mês de Outubro criámos o nosso blogue que por, vários motivos, não temos vindo a actualizar tal como desejaríamos. Para este segundo período já contamos com uma gestão diferente no que toca a este espaço proporcionando assim uma actualização regular do mesmo. Apesar de tudo isto, não podemos dizer, de forma alguma, que estivemos parados. Ao longo deste trimestre contactámos várias entidades que nos são muito úteis ao projecto, entre as quais a Câmara Municipal de Amarante. Para além destas iniciativas, o nosso trabalho dirigiu-se para uma componente mais teórica, nomeadamente na planificação do projecto para todo o ano, na elaboração de relatórios, portefólio, entre outros.

 

O sucesso deste projecto depende, obviamente, também da equipa de trabalho. Até agora tudo tem funcionado bem, havendo uma grande abertura e espírito de discussão entre os elementos do grupo. Resta agradecer, porque não o podíamos deixar de referir, a todos os que nos têm auxiliado neste projecto, com a sua disponibilidade e espírito crítico, o que nos motiva ainda mais e nos deixa com vontade de trabalhar neste projecto criativo!

sentimo-nos:

publicado por amarante_csg às 17:21
link do post | comentar | favorito

.Quem somos

Alunos do Colégio de São Gonçalo, 12º ano, de Ciências e Tecnologias a participar no Concurso Nacional de ideias "Cidades Criativas" - reflexão e estudo sobre as cidades portuguesas . Helena Melo, Ricardo Silva, Marlene Ribeiro, Rita Magalhães, Sara Carvalho

.Novembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. Auto - avaliação - 2º per...

. Auto - avaliação

.tags

. todas as tags

.links

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.posts recentes

. Auto - avaliação - 2º per...

. Auto - avaliação

.pesquisar